pilates_reformer

Você conhece o Pilates e quais são os benefícios que ele promove?


       O método Pilates foi desenvolvido pelo alemão Joseph H. Pilates, no início da década de 1920, e tem como base o controle consciente de todos os movimentos musculares do corpo.


      Com a correta utilização e aplicação dos mais importantes princípios das forças que atuam em cada um dos ossos do esqueleto, com o completo conhecimento dos mecanismos funcionais do corpo, e o total entendimento dos princípios de equilíbrio e gravidade aplicados a cada movimento, no estado ativo, em repouso e dormindo, o Pilates pode trazer inúmeros benefícios à saúde, tanto no condicionamento dos músculos, tonificando-os e tornando-os mais fortes, quanto na parte estética, definindo o corpo ideal, tão buscado nos dias de hoje.


        O Pilates configura uma forma agradável, fácil e que traz resultados rápidos para qualquer pessoa, independente do nível de condicionamento físico, desde que feita uma avaliação postural prévia.


       Para ter músculos bonitos e definidos, é necessário que eles sejam fortes e flexíveis. Aí entra a prática de Pilates, que fortalece os músculos fracos, alonga os que estão encurtados e aumenta a mobilidade das articulações. Tudo isso é conseguido seguindo rigorosamente os 6 princípios fundamentais do método.


       O foco do método Pilates é a promoção da saúde como um todo com exercícios que trazem melhora da postura e, inclusive, alívio de dores na coluna pelo fortalecimento abdominal, com consideráveis ganhos na qualidade de vida do praticante.


Indicado para:


  • Osteoporose;
  • Hernia de disco;
  • Escoliose;
  • Fibromialgia;
  • Hipercifose;
  • Hiperlordose;
  • Osteoartrose, artrose, artrite;
  • Espondilolistese;
  • Condromalácia patelar;
  • Crianças, Adultos, Idosos, Homens, Mulheres, Sedentários, Atletas;



Os 6 princípios do Pilates


    Os princípios originais do método Pilates enfatizam muito o controle da mente sobre o corpo, bem como a suavidade, precisão e harmonia com que os movimentos devem ser realizados. São eles: Respiração, Centralização, Concentração, Controle, Precisão e Fluidez.


RESPIRAÇÃO


      A respiração deve ser sempre coordenada com o movimento. A expiração deve ser forçada e a inspiração, o mais natural possível. Via de regra, expira-se nos momentos de maior esforço dos movimentos.

        Esse mecanismo utiliza a musculatura profunda do abdômen (oblíquos e transverso do abdômen), além do assoalho pélvico e eretores profundos da coluna (principalmente os multífidos). A ativação desta musculatura promove uma melhor estabilização da região lombo-pélvica durante o exercício.

    A inspiração deve ser enfatizada lateralmente e posteriormente, ou seja, tridimensional, o que otimiza as trocas gasosas, melhorando a oxigenação dos tecidos e a capacidade pulmonar.Este é o principal princípio e está presente em qualquer escola ou linha de formação. A respiração adequada favorece a organização do tronco, a sustentação lombo-pélvica e o relaxamento da musculatura inspiratória acessória dos ombros e do pescoço.


CENTRALIZAÇÃO


    É também conhecido como “Power House” ou centro de força. É um conjunto de músculos responsáveis pela sustentação da coluna e dos órgãos internos. O fortalecimento desta musculatura proporciona a estabilização do tronco e um alinhamento biomecânico com menor gasto energético. Os músculos são: as quatro camadas do abdômen (reto abdominal, oblíquo externo, oblíquo interno e transverso do abdômen), assoalho pélvico, eretores profundos da coluna, flexores e extensores do quadril. Além dos movimentos em si, a prática da respiração ajuda muito no fortalecimento desta musculatura.


CONCENTRAÇÃO


      É a mente que guia o corpo. Deve-se dar atenção e importância a todas as partes do corpo para que o movimento seja realizado com a maior eficiência possível. É a transformação de um pensamento em movimento. Sempre haverá mais de um aspecto a ser pensado ao mesmo tempo.


CONTROLE


   É o melhor recrutamento da musculatura desejada. Visa um padrão suave e harmônico de movimento. O aprendizado motor dos movimentos também faz parte dos objetivos e benefícios do Pilates e está diretamente relacionado com o princípio da Concentração.


PRECISÃO


     Diz respeito ao refinamento do controle e equilíbrio dos diferentes músculos envolvidos num movimento, sem gasto desnecessário de energia a partir de contrações inadequadas, sejam elas exageradas ou deficientes.


FLUIDEZ


    A fluidez e leveza dos movimentos permitem a utilização apenas da energia necessária para o movimento, sem desperdício. Os movimentos não têm início, meio ou fim. Desta forma, o organismo aproveita a fase concêntrica e excêntrica dos exercícios, resultando num treino equilibrado e funcional e protegendo os tecidos de possíveis desgastes prematuros